Por que todos aqueles treinadores no seu IG estão levantando pesos apenas com meias?

Treinar sem tênis pode ser a chave para um melhor desempenho e maiores ganhos de força.

Percorrendo o IG, é provável que você localize alguns de seus treinadores favoritos levantando pesos sem sapatos. Embora eles possam fazer com que pareça foda sem esforço, a questão é: você deveria tentar isso em casa? De acordo com treinadores e até mesmo podólogos, sim, você deve adicionar o treinamento descalço aos seus treinos, e não apenas para sequências inspiradas na ioga.

Veja por que treinar sem sapatos é uma ideia inteligente, além do que você deve saber antes você abraça o chão nu.

Por que você deve considerar treinar descalço?

Os pés têm milhares de terminações nervosas que o ajudam não apenas a sentir o chão, mas também a enviar sinais pelo corpo para ajudá-lo a entender melhor seus movimentos, diz Emily Splichal, DPM, podólogo funcional e fundador da Naboso Technology , empresa que fabrica produtos para promover o movimento descalço. "Quando você estimula os nervos do pé, você entende melhor em que está e como está pisando, e isso começa a moldar seu movimento geral", diz Splichal. Sapatos acolchoados bloqueiam essa conexão do chão ao pé (especialmente aqueles com suporte e estabilidade extras, como aqueles que você amarra para correr).

Biomecanicamente, treinar com os pés descalços no chão também significa você pode ativar melhor os glúteos e o núcleo. "Alguém que treina pode não sentir os glúteos ao se agachar, e isso não é necessariamente por causa da fraqueza, mas porque não estabeleceu seus alicerces", diz Splichal.

Experimente este exercício de Steve Holiner (também conhecido como Coach Fury), um instrutor mestre para a Certificação Kettlebell Russa e proprietário da Fury Industries, um centro de treinamento no Brooklyn. Holiner faz isso com muitos de seus clientes para demonstrar o papel vital que o dedão do pé sozinho desempenha no treinamento: sem sapatos, fique com os pés separados na largura do quadril. Levante o braço direito para o lado e peça a um amigo que aplique pressão enquanto você resiste ao empurrão e mantém o braço erguido e estável. Em seguida, faça o mesmo exercício, mas desta vez levante o dedão do pé esquerdo. Com apenas esse pequeno ajuste, você perceberá que é extremamente difícil manter o braço levantado. É um exemplo sólido para mostrar a importância de pressionar os pés e os dedos dos pés para a estabilidade e força de todo o corpo. (Experimente também testar seu equilíbrio com esses exercícios.)

"O dedão do pé promove a propulsão para a frente adequada", diz Fury. "Quer esteja correndo ou levantando pesos, a conexão dos pés com o solo fornece feedback para um melhor desempenho."

Os benefícios do treinamento descalço

Se você precisar de alguns argumentos convincentes para fugir durante seu próximo suor, você provavelmente obterá estes benefícios:

1. Uma melhor percepção de seu corpo no espaço

Uma maneira fácil de notar esse aumento da propriocepção vem com uma dica que você costuma ouvir nas aulas quando você está fazendo um agachamento. Muitos profissionais do fitness lhe dirão para "empurrar com os pés" ao levantar-se da base do movimento. Bem, se você estiver descalço e puder realmente sentir o chão, essa deixa será um pouco mais fácil de executar, diz Lacee Lazoff, uma treinadora da Performix House em Nova York.

2. Pés mais fortes e flexíveis

Com o treinamento descalço, você trabalha os músculos dos pés enquanto eles lutam para mantê-lo ereto e equilibrado, diz Lazoff. "E pés fortes significam uma base sólida no corpo", acrescenta ela.

Para aumentar a força dos pés, tente este exercício de Lazoff: Fique descalço, levante todos os dedos do chão. Em seguida, coloque-os lentamente de volta para baixo, um de cada vez. Faça este exercício algumas vezes de cada lado, como parte do seu treino regular.

Isso pode ser particularmente útil para corredores. "Quanto mais móveis seus pés, melhor seu passo", diz Fury. Se seus pés não estiverem se movendo em uma amplitude de movimento adequada ou completa, isso pode prejudicar seu passo e levar a uma série de outros problemas, desde quadris tensos até problemas nos joelhos. Comece a trabalhar do zero e você poderá ver algumas melhorias em seus padrões de marcha. (Relacionado: Como determinar sua marcha em execução e por que é importante)

3. Mais consciência dos desequilíbrios

Lazoff diz que uma das maiores coisas que ela notou desde que incorporou o treinamento descalço à sua rotina é que ela pode se autoavaliar melhor e até reconhecer alguns pontos mais fracos do corpo.

"Por exemplo, em um agachamento, com sapatos, pode parecer e se sentir bem, mas sem sapatos, pode parecer completamente diferente. Isso permite que você avalie o que está acontecendo com seus quadris, joelhos, ou tornozelos ", diz ela. Você pode perceber, digamos, que tem problemas de estabilidade ou mobilidade nos tornozelos e precisa começar a incorporar mais desses exercícios em seus exercícios. (Veja: Como os tornozelos fracos e a mobilidade deficiente do tornozelo afetam seus exercícios)

4. Maior estabilidade geral

Quanto mais informações você consegue com seus pés, mais estável sua base e, frequentemente, melhor seu equilíbrio e postura geral, diz Splichal. "Algumas pessoas se sentem mais fortes porque podem envolver músculos menores na planta dos pés", diz ela, reiterando que quanto mais fortes os pés, mais fortes são o centro, os glúteos e os quadris.

"Seu cérebro registra força e estabilidade por meio dos pés, como um ponto de segurança e conexão ideal com o mundo ao seu redor, então, quando você remove essa conexão, o cérebro pensa que falta estabilidade ", explica Fury.

É correto treinar descalço para você e seus exercícios?

Com todos esses benefícios, deve haver algumas desvantagens, certo? De acordo com todos os especialistas, não realmente.

Você pode desamarrar para quase todos os exercícios, de kettlebells e halteres a treinamento de força de peso corporal e até mesmo alguns movimentos pliométricos. "Apenas tente manter uma posição neutra com os pés durante qualquer levantamento descalço", diz Splichal. "Se você estiver fazendo algo dinâmico ou pulando, tenha a mesma consciência - esteja muito atento à técnica de pouso, porque não há nenhum calçado para protegê-lo. Isso não significa que pousar descalço seja perigoso, você só precisa prestar mais atenção ao pousar essa posição neutra e não muito difícil. "

Se você está levantando muito pesado - estamos falando de levantamento de peso, levantamento de estilo olímpico ou um conjunto extra pesado de movimentos CrossFit - então você provavelmente vai querer alguns sapatos sob seus pés, diz Splichal. Ao escolher os melhores tênis de treinamento de força, você vai querer um par de chutes rígidos que ofereçam uma base estável (tênis de corrida grossos e saltitantes). E você sempre pode aquecer com movimentos de peso corporal descalço ou exercícios de mobilidade para trazer essa conexão mente-tapete antes de começar a pegar cargas pesadas.

Claro, você provavelmente não quer andar descalço quando você pegue a estrada correndo. Lazoff sugere misturar seus sapatos, no entanto, para que você possa deixar seus pés correrem livremente. Experimente um par mais leve e minimalista para os dias de velocidade e economize chutes de apoio para corridas longas.

Não importa quando você opta por pular os sapatos durante o treino, é sempre uma boa ideia gastar cinco a 10 minutos após exercício que desenrola os pés com uma bola de tênis ou de golfe, sugere Splichal. Você pode até fazer isso depois de um longo dia para dar um pouco de folga aos pés e prepará-los para o próximo treino descalço.

E se você não conseguir andar descalço?

Nós entendemos: algumas academias e estúdios exigem tênis e você pode querer uma camada sob seus pés para aumentar a higiene em outros espaços. (Ahem. Como essas infecções de pele geladas que você pode pegar na academia.) Obviamente, você ainda ganhará força e benefícios gerais de condicionamento físico ao suar usando tênis. (Olá, exercícios em casa!)

Meias também são uma opção se você quiser uma camada entre os pés e o chão - você não terá os mesmos benefícios sensoriais, diz Splichal, mas ainda pode sentir o chão melhor do que em grandes sneaks. (Fury sugere o uso de um par de meias Pedestal que oferecem um pouco mais de aderência.) E se você definitivamente precisa de um tênis para suas sessões de levantamento de peso, opte por um par mais mínimo, com o objetivo de evitar aqueles com uma queda pesada do calcanhar aos pés diz Splichal.

  • Por Mallory Creveling

Comentários (1)

*Estes comentários foram gerados por este site.

  • Climénia O. Kramer
    Climénia O. Kramer

    Cumpre o que prometi.

Deixe o seu comentário

Ótimo! Agradecemos você por dedicar parte do seu tempo para nos deixar um comentário.