Pedalar e excelente atividade para emagrecer

Andar de bicicleta é um exercício aeróbico poderoso que resulta em uma perda média de 700 calorias por hora, mais do que caminhar, nadar e dançar. Portanto, é uma boa opção de atividade física para quem busca emagrecer. Além disso, ao mesmo tempo que se livra dos quilos extras, tonifica os músculos das pernas e do abdômen. Alternativamente, você pode fazê-lo ao ar livre ou na academia. As diferenças entre esportes outdoor e indoor começam com o gasto energético, que é 50% maior ao ar livre, segundo estudo da Universidade do Estado de Santa Catarina.

Na rua, os obstáculos são diversos, como trânsito, poluição, buracos, solavancos, subidas e descidas, que podem causar quedas, desgastes, quebras e deslocamento. “Mas são essas dificuldades que motivam muita gente. Além disso, o vento no rosto e o contato com a natureza dão uma sensação de liberdade muito agradável”, afirma o personal trainer Eduardo Colmanetti.

Se você pedalar ao ar livre, é melhor andar de bicicleta em grupo, o que está se tornando cada vez mais comum. “Nas outras pessoas, a atividade fica mais segura e prazerosa”, afirma a especialista. Fazer amizades e trocar informações sobre rotas, cuidados mecânicos e alimentação são outros benefícios. Para encontrar uma boa equipe, procure sua associação de ciclismo local.

Colmanetti explica que quando se decide se aventurar sozinho nas ruas de bicicleta, é preciso ser o mais autossuficiente possível. “Se acontecer um acidente, a pessoa precisa saber resolver problemas simples, como um pneu furado”. Cuidado com o trânsito e o uso de equipamentos de segurança também é necessário.

Mas para garantir que a prática seja segura e bem-sucedida, você precisa ter o equipamento certo. Ideal para pedalar em lugares montanhosos ou terrenos mistos (terra e asfalto) é a mountain bike. Na verdade, dependendo da situação da rua do seu bairro, eles continuam sendo uma boa opção na cidade. Para asfalto, o modelo mais recomendado é o speed. Essas bicicletas são leves e rápidas, mas não são muito confortáveis e exigem muito corpo. Portanto, os atletas costumam usá-los.

O modo interno é mais simples e acessível. Com os riscos controlados, quem tem medo de cair pode se concentrar melhor no trabalho corporal. Como na ergométrica a carga é controlada de acordo com os objetivos de cada um, mesmo aqueles que não têm um preparo físico muito bom ganham porque podem ficar mais leves ou mais pesados dependendo do cansaço.

Além disso, na maioria das academias existe a opção da bicicleta horizontal para quem não se sente confortável no selim. O equipamento possui banco com encosto e permite que a pessoa se sente da mesma forma que em uma cadeira.

Independentemente de ser interno ou externo, o ciclismo é bom para a saúde e também para a boa forma. Entre os benefícios físicos e mentais estão a melhora da circulação e da função intestinal, controle do colesterol, redução do risco de diabetes, aumento da qualidade do sono, alívio da depressão e redução do estresse e da ansiedade. Em ambos os casos, ressalta Colmanetti, é importante verificar antes de iniciar a atividade e, quando já estiver treinado, faça pequenos alongamentos antes e depois, mantendo cada postura por 30 segundos.

E para descobrir qual modalidade é a melhor para você ou para o momento que está vivenciando, o personal trainer recomenda testar cada uma. “Toda atividade física é benéfica para o nosso corpo. O que precisamos é experimentá-los para encontrar aquele que mais gostamos”, aconselha.

Comentários (3)

  • Julieta Y Dill
    Julieta Y Dill

    Superou minhas expectativas

  • octávia salgado
    octávia salgado

    Um produto sem igual

  • Méline Maia Hilário
    Méline Maia Hilário

    Bom custo benefício

Deixe o seu comentário

Ótimo! Agradecemos você por dedicar parte do seu tempo para nos deixar um comentário.